Paginas

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Mulher é presa acusada de tráfico de drogas em Apodi-RN.



Uma guarnição do GTO de Apodi prendeu na manhã desta Terça feira (29/11), por volta das 10h00min um mulher acusada de tráfico de drogas.
A central de operações da polícia militar de Apodi recebeu uma denuncia anônima via 190, dando conta de que uma mulher estava vendendo drogas na praça da maternidade, de imediato uma viatura do GTO (Grupo Tático de Operações) foi deslocada até o local.
Chegando lá se depararam com uma mulher com as características passadas pela central. Trata-se da jovem Camila Moreira De Carvalho Maia (Camila Avião), de 22 anos de idade, na mão da mesma foi encontrado onze  pedras de Crack.  
Camila foi conduzida até a delegacia e ao ser feito a busca pessoal, foi encontrada uma lâmina de aço (Gillete) em seu bolso.
"Camila Avião" já é uma velha conhecida da polícia, à um ano atrás ela foi presa por tráfico e ficou 8 meses em regime fechado,  a três meses estava em liberdade condicional.
A Acusada será autuada mais uma vez por tráfico de drogas.

Crack

Lâmina e pedras de Crack

Nossa Loja!!!



QUEM ESPEROU PARA FAZER AS COMPRAS DE FIM DE ANO, NÃO PODE PERDER ESSA OPORTUNIDADE PARA COMPRAR BARATO!

NOSSA LOJA PRESENTEIA VOCÊ COM AS MELHORES PROMOÇÕES.
CONFIRA ALGUMAS OFERTAS: 

LIQUIDIFICADOR ARNO
De R$ 99,00 por 69,90

TV SEM TOSHIBA 14PL
De R$ 349,00 por 249,00


VENTILADOR ARGE DE COLUNA/ 50 centímetros
De R$ 189,00 POR APENAS 137,90
* todas as imagens são meramente ilustrativas, podendo ser diferente do produto na loja.

Click Aqui para ver mais ofertas

Polícia Militar recebe 90 viaturas novas

Solenidade de entrega foi realizada na manhã desta terça-feira, no Quartel Geral.


A Polícia Militar do Rio Grande do Norte recebeu, nesta terça-feira, 90 novas viaturas para o patrulhamento nas ruas. A solenidade, realizada no Quartel do Comando Geral, contou com a presença da governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, que entregou simbolicamente as chaves dos carros e motocicletas para o comandante geral da PM, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva.

Dos 90 novos veículos, 60 estavam no pátio do Quartel, tendo em vista que vinte motos e dez carros já foram destacados para atuarem na região de Mossoró. Com isso, sobraram 30 carros e 30 motos para o policiamento ostensivo nas ruas de Natal. O evento solene foi realizado por volta das 9h e, logo depois, as viaturas foram liberadas e começaram a circular.





O comandante da PM, coronel Araújo Silva, explicou que os carros são locados e as motos foram adquiridas com recursos do Governo do Estado. “Elas vão atuar em substituição aos veículos que estavam encostados por problemas mecânicos. Mas, além disso, vão complementar o efetivo da segurança, tanto na capital, quanto no interior do Rio Grande do Norte”, destacou o oficial.

A aquisição de novas viaturas era um pedido antigo dos policiais militares, inclusive, no mês passado, a categoria havia deflagrado o movimento Segurança com Segurança, no qual os automóveis que apresentassem qualquer tipo de irregularidade, como pneus carecas, foram recolhidos nos batalhões de área e deixaram de circular.

Coronel Araújo reconheceu que ainda é preciso mais investimentos, no entanto, ressaltou que isso tem sido feito de maneira progressiva. “Recentemente, por exemplo, tivemos autorização para aquisição de coletes a prova de balas e estamos recebendo 13 mil pistolas que foram cedidas pela Polícia Militar de São Paulo”, lembra.

As 50 motocicletas novas foram adesivadas e repassadas para a Companhia de Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam). Já os carros foram divididos entre companhias e batalhões, para que possam circular nos bairros. 

Tiro acidental mata soldado do Raio

Clique para Ampliar

Um inquérito policial e outro civil serão instaurados para apurar a morte de um policial militar integrante do grupo Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (Raio), uma das unidades de elite da Polícia Militar do Ceará. O soldado identificado como Alisson Wendell Moreira Soares, 23, recém integrado àquela unidade, faleceu após ser atingido por um tiro que partiu da arma de um companheiro de farda, o cabo Mateus.

Segundo informações da PM, os dois militares tinham trabalhando no policiamento da Capital, no período da noite e, por volta de 0h30 de ontem, retornavam para casa. O cabo Mateus estava de carona na moto do soldado Alisson. No trajeto, na alça do viaduto da BR -116, de acesso à Avenida Senador Carlos Jereissati, na Aerolândia, eles se depararam com dois homens em outra moto, que acabaram derrapando e caindo, pois a pista estava molhada e escorregadia. Havia chovido.

"Eles (os PMs) estavam logo atrás e tentaram desviar, mas acabaram também caindo", contou o major Márcio Oliveira, comandante do Raio. Na queda dos PMs, a pistola conduzida pelo cabo Mateus acabou disparando. Uma das balas atingiu a nuca do soldado. Gravemente ferido, o militar foi socorrido para o Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro), por uma ambulância do Samu, mas acabou falecendo na Emergência.

Investigação

O cabo Mateus apresentou-se espontaneamente no plantão do 2º DP (Aldeota), onde a pistola ficou apreendida e será submetida a perícia. Um clima de pesar se abateu sobre a tropa do raio, recordista na apreensão de armas de fogo na RMF.

Governo vai convocar policiais civis para suprir vagas de aposentados

Governadora Rosalba Ciarlini fez o anúncio, mas não estabeleceu data.

Por Thyago Macedo
Foto: Thyago Macedo

A governadora Rosalba Ciarlini afirmou ao Portal BO que seu governo pretende convocar novos policiais civis para ocupar as vagas de servidores da Polícia Civil que já se aposentaram ou morreram desde o último concurso. Para isso, no entanto, ela não apresentou uma data certa.

De acordo com Rosalba, a demora na convocação dos aprovados aconteceu em virtude de ela ter encontrado o governo com as contas acima da lei de responsabilidade fiscal. “Hoje, nós ainda não saímos do limite prudencial. Mesmo assim, fizemos uma consulta ao Tribunal de Contas e fomos informados que podemos contratar novos servidos apenas em forma de substituição aqueles que se aposentaram ou faleceram”, frisou.

A governadora do RN disse que está sendo feito um levantamento para saber quantas vagas foram abertas na Polícia Civil desde o último concurso, há mais de dez anos, e, inicialmente, serão convocados policiais para preencher essas funções.

Rosalba Ciarlini rebateu as críticas que seu governo vem sofrendo no campo da Segurança Pública, já que o Rio Grande do Norte foi apontando como o estado que menos fez investimentos nesse setor ao longo deste ano. Ela declarou que a segurança tem prioridade no seu governo, mas as dificuldades impõem barreiras.

“Peguei a casa desarrumada e estamos conseguindo colocar em ordem. Vocês lembram que no início do governo o Itep [Instituto Técnico-Científico de Polícia] foi notícia nacional pelas condições precárias em que se encontrava, faltando objetos básicos para o seu funcionamento, como uma geladeira moderna. Pois bem estamos investindo naquele órgão como nunca foi feito”, disse.

Rosalba frisou que o órgão está sendo totalmente reestruturado tanto no departamento de criminalística quanto no setor de identificação. “Iniciamos também a reestruturação das delegacias, começando com 15 unidades que passarão por reforma nos próximos dias. Sabemos que ainda não estamos fazendo tanto quanto é preciso, mas é o que podemos realizar neste momento”, justificou.

A governadora lembrou que além do policiamento ostensivo e investigativo, os governantes precisam investir na prevenção. Por isso ela citou como exemplo o Programa Educacional de Resistência às Drogas. Rosalba Ciarlini informou que o Rio Grande do Norte é considerado referência no Proerd e tem sido copiado por vários outros estados. “Não por acaso, estarei em Brasília, nesta quarta-feira, para receber uma medalha em homenagem ao trabalho realizado pelo Proerd”.

Marcas resistem ao tempo

Roberto Lucena – repórter

A aposentada Maria de Nazaré, que perdeu a casa com o tremor, em 1986, recebeu um novo imóvel com sérios problemas estruturaisA aposentada Maria de Nazaré, que perdeu a casa com o tremor, em 1986, recebeu um novo imóvel com sérios problemas estruturais

Há exatos 25 anos, no dia 30 de novembro de 1986, a população do município de João Câmara acordou assustada. Era madrugada de um domingo, por volta das 3h30, quando a terra tremeu e sacudiu prédios, derrubou casas e levou temor e desespero à uma população estimada em 14 mil habitantes. As lembranças do abalo sísmico que atingiu 5.2 graus na escala Richter resistem ao tempo. As histórias daquela "madrugada de terror" são contadas pelos mais velhos e há prédios que ainda guardam marcas do tremor. Hoje, durante sessão solene na Câmara Municipal dos Vereadores, haverá lançamento de um livro sobre o episódio e personalidades da época serão homenageadas com a entrega do título de Cidadão Camarense.

A aposentada Maria Nazaré Silva, 84 anos, apesar da idade avançada, lembra bem como reagiu aos abalos. "Eu estava dormindo e de repente a cama começou a tremer. Acordei desesperada atrás dos meus filhos, puxando eles para fora de casa. Graças a Deus deu tempo sair e ninguém se feriu, mas minha casa destruiu todinha, não sobrou nada", disse. Dona Maria Silva foi uma, entre tantas outras pessoas, que precisaram sair de suas casas, ou do que restou delas, após o abalo mais forte.

Após duas décadas e meia do episódio, muita coisa mudou em João Câmara. O aspecto de cidade do interior mudou com a chegada de novas tecnologias, avanço social e a presença de centros educacionais como Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). Porém, alguns aspectos continuam o mesmo. O comércio, que sofreu forte queda em 1986 - há relatos de prejuízos de 80% - continua sendo a principal atividade econômica do município.

A feira livre, realizada aos sábados, ocupa boa parte das ruas do Centro e reúne milhares de pessoas. Muitas são de municípios circunvizinhos. É possível comprar quase tudo: da cebola ou tomate, passando por roupas e objetos de decoração, a motos e aparelhos de celular. Foi nesse cenário, no sábado passado, que a reportagem da TN encontrou e conversou com personagens vivos da história de João Câmara. O agricultor José Barbosa, 74 anos, contou que "uma coisa daquelas a gente não esquece nunca, meu filho. Minha casa rachou todinha. Graças a Deus não caiu, mas a gente que ir pra casa dos parentes".

Já o aposentado Francisco Xavier de Melo, 80 anos, relatou que da casa onde ele morava com a esposa e um filho não restou nada. "O chão tremia todo. Minha casa era de tijolo e destruiu toda. Eu achava que o mundo ia acabar. Que ia abrir um buraco no chão e João Câmara todinha ia para dentro dele. Foi um sofrimento muito grande". Apesar da tragédia, Francisco não saiu da cidade. Diferente da maioria, preferiu ficar e "esperar que as coisas melhorassem", afirmou.

De acordo com o vereador e então prefeito de João Câmara em 1986, João Ribamar Leite, estima-se que 10 mil pessoas fugiram da cidade após os maiores tremores. "Foi um verdadeiro êxodo. As pessoas iam embora porque temiam que novos abalos acontecessem e não havia onde ficar. A cidade ficou vazia", contou. Não há números oficiais, mas sabe-se que muitas famílias firmaram residência em cidades como Jandaíra, Natal e Parnamirim. "Mas muita gente também voltou. Foi preciso reconstruir a cidade e isso fez com que outras pessoas viessem morar aqui", completou Ribamar.

Os abalos sísmicos devastadores em João Câmara viraram notícia internacional. Nos dias que se seguiram, o Rio Grande do Norte recebeu a visita de ministros do governo José Sarney. O ministro do Interior da época, Ronaldo Costa Couto, foi à cidade e anunciou a liberação de Cz$ 2 milhões (dois milhões de cruzados) para recuperar os danos provocados pelo tremor.

O governador de então, Radir Pereira (que substituíra José Agripino, eleito senador), decretou estado de calamidade pública. João Câmara viria a sentir um novo tremor de terra três anos depois.

Moradores esperam por reformas 

Em 1986, pelo menos 1.200 casas foram destruídas. Dessas, cerca de 500 foram reconstruídas pelo Batalhão de Engenharia do Exército com recursos alocados pela Caixa Econômica Federal. A maioria das residências que foi abaixo era feita de taipa. Curiosamente, a reconstrução conduzida pelos militares foi utilizada a mesma técnica empregada pelos moradores, porém, com uma diferença: o tipo de madeira usado. Ao invés de paus retirados da vegetação local, o Exército usou madeira serrada em forma de ripas. O que poderia, à primeira vista, significar um avanço na técnica de construção das casas, mostrou-se, como o passar do tempo, ser ineficaz e inadequado para sustentar o barro.

O resultado da manobra arquitetônica mal planejada está nas paredes de diversas casas. Muitos moradores esperam uma resposta da Justiça para conseguir uma reforma. É o caso da aposentada Maria Nazaré Silva. Após o maior tremor que derrubou a casa dela, Maria Silva foi embora com esposo e filhos para o município de Touros. Depois de três anos, retornou à João Câmara. Enquanto esteve na cidade litorânea, os militares construíram a casa onde ela mora até hoje. O lugar tem cinco cômodos: três quartos, uma sala e um banheiro. Em todas as paredes, há marcas do desgaste causado pelo tempo e pequenos abalos que aconteceram durante os anos. A filha de Maria Silva, Damiana Josileide Silva, 29 anos, explicou a batalha para conseguir uma nova reforma. "Desde que a gente se mudou para cá, os problemas apareceram. O material não é bom, as madeiras não sustentam o peso do barro e a situação agora é esse. Há anos luto na Justiça para que ajeitem esse casa mas, até agora, nada foi feito".

Audiência Pública relembra data

Hoje o dia será de lembranças e homenagens em João Câmara. Às 9h, na Câmara Municipal de Vereadores, será realizada uma audiência pública proposta pela Prefeitura com a presença do prefeito Ariosvaldo Targino de Araújo, um representante da Defesa Civil do Estado, ex-prefeito e atual vereador José Ribamar Leite e Monsenhor Lucena, pároco da cidade. À noite, por volta das 21h30, também na Câmara, haverá uma sessão solene para entrega de Títulos de Cidadãos Camarenses.

Receberão a honraria: Edvan Martins, vereador de Natal que à época era jornalista da Rádio Cabugi; José Antônio Moreira, professor de geologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN); Alberto Veloso, professor de geofísica da Universidade Nacional de Brasília (UNB); João da Mata, doutor em física; Joaquim Mendes, doutor em geofísica da UFRN; Juraci Mário, técnico em eletrônica da UNB; Marcelo Assunção, professor da Universidade de São Paulo (USP) e Mário Takeya, professor de física da UFRN.

Antes da entrega dos títulos, o professor Alberto Veloso lançará o livro "O Terremoto que Mexeu com o Brasil". De acordo com o professor, o objetivo do livro "é contar e explicar a longa sismicidade em João Câmara enfatizando os danos ocorridos, o êxodo parcial da população, o seu regresso, o processo de reconstrução e a volta da normalidade na cidade", disse.

Para Edvan Martins, voltar a João Câmara para receber a homenagem é uma forma de voltar ao passado. Durante 60 dias, o atual vereador na capital morou na cidade e, através da Rádio Cabugi, transmitia as notícias sobre o terremoto. "O que mais me impressionou foram as rachaduras na torre da igreja, as casas destruídas e o pavor da população", disse.

Deputado George Soares Abraça Causa dos Produtores Rurais.

O deputado Estadual George Soares está preocupado com o prazo concedido aos 17.247 produtores rurais do Rio Grande do Norte que se encerra amanhã, dia 30 de novembro para liquidar suas dívidas com o Banco Nordeste, referente a Medida Provisória 472. Os benefícios fazem parte do programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, o Pronaf Micro e atende aos pequenos e médios produtores rurais, bem como suas cooperativas e associações, que contrataram dívidas de operações rurais até 15 de janeiro de 2001. Em seu pronunciamento na sessão desta terça-feira, dia 29 de novembro, George Soares lembrou que o assunto foi abordado em sua audiência pública, realizada no Plenarinho da Assembleia Legislativa no último dia 17 de novembro.

Sensibilizado com a situação dos produtores rurais, o deputado em seu pronunciamento destacou a grandiosidade desta oportunidade e fez um apelo para os produtores regulamentarem sua situação. “O Banco Nordeste tem informado que as pessoas não tem procurado o banco para quitar suas dívidas e eles poderão ser beneficiados com descontos que variam de 45% a 85%. As regiões do semiárido  terão um desconto de 85%, já os produtores fora da região do semiárido serão beneficiados com até 65% sobre o valor que contratam um valor de 15 mil reais até 15 de janeiro de 2001”, falou o deputado George Soares.
De acordo com o deputado, a lei atende a propriedades com várias características e citou como exemplo os produtores de cana-de-açúcar. George Soares orientou que os produtores procurem uma agência do seu município  para  ver sua situação e a encontrar a melhor forma para quitar a dívida.
O deputado ainda agradeceu as obras anunciadas pela Governadora Rosalba Ciarlini, na Câmara Municipal de Assú na ultima sexta-feira e que beneficiam o município e que inclui obrar como a construção da estrada principal de acesso  a Assú,  a reforma da Escola Poeta Renato Caldas – Caic – que foi cobrado em plenário pelo próprio deputado e a recuperação do CineTeatro Pedro Amorim, uma luta antiga do ex-prefeito Ronaldo Soares.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

PROERD será implantado já no inicio do próximo ano em Apodi/RN.





Durante a manha de hoje (29/11/2011), realizou-se no Plenário da Câmara Municipal de Apodi, uma reunião para discutir a implantação do Programa Educacional de Resistência as Drogas e a Violência - PROERD, onde estiveram presentes os Vereadores Junior Carlos, Helio Machado e Paulo, o Sargento Adaildo Santos - coordenador regional do PROERD, o Soldado Hudson Neimar – Instrutor e responsável pela região Oeste do Estado, o Secretario Municipal de Educação, Professor Vera – representando a Prefeita Gorete Pinto, o Sargento Noronha – representando o Comandante da 2ªCPM /2º BPM, Capitão Brilhante, os Policiais Militares Sd Oliveira, Sd Marcos Gil, Sd Neimar e Sd Moura, candidatos a instrutores do PROERD, vários diretores de escolas publicas e privadas, membros de igrejas evangélicas, jovens do 39º Grupo de Escoteiros, conselheiros tutelares, blogueiros professor Toinho, Janio Duarte e Equipe F5apodi, e vários populares.


Autoridades Compondo a Mesa.



Plenário da Câmara de Vereadores 

A reunião foi bastante proveitosa, uma vez que o Sargento PM Adaildo Santos apresentou o programa aos presentes, através de imagens e slides, e demonstrou a importância da implantação do PROERD para sociedade atual e futura. Adaildo ainda agradeceu ao Capitão Brilhante por disponibilizar Policiais Militares para serem capacitados e servirem de instrutores do programa. O mesmo abriu espaço para perguntas, e os presentes as fizeram varias, demonstrando o interesse com o programa. Os vereadores Helio, Paulo e Junior Carlos disseram que a câmara esta disposta a custodia a implantação do programa, e vão buscar convênios com o Poder Executivo Municipal, e qualquer outra instituição publica ou privada que se interesse na implantação do programa. Durante o pronunciamento do Secretario Municipal de Educação, Professor Vera, o mesmo deixou claro que o executivo municipal tem grande interesse que o programa seja implantado em escolas deste município.


Vereador Junior Carlos e Professor Vera - Secretario Municipal de Educação

Segundo o Sargento Adaildo Santos, esta previsto para o mês de janeiro do próximo ano, a capacitação dos policiais para trabalharem como instrutores do PROERD, e se tudo correr como o previsto, o programa já será implantado em Apodi no inicio do próximo ano. O mesmo foi perguntado sobre a expansão do programa para outras cidades da região, e respondeu que dependerá do interesse das mesmas em buscar a coordenação do PROERD, como exemplo do Vereador Junior Carlos, para se discutir a viabilidade da implantação do programa.

Sargento Adaildo, Soldado Hudson e Policiais Militares Futuros Instrutores do PROERD.

Sargento Adaildo Reunido Com Futuros Instrutores do PROERD.
Fonte: Texto e Fotos Equipe F5 Apodi.

Casa é metralhada no Alto da Torre

Morador que dormia na sala por pouco não foi atingido


Foto: Sérgio Costa
Por Sérgio Costa
20 tiros na parede




















Uma residência situada na rua construtor Severino Bezerra, no conjunto Alto da Torre, no bairro da Redinha, Foi alvo de um atentado na madrugada desta segunda-feira (28).

De acordo com a Maria Oneth, proprietária da casa, por volta das 3h da manhã uma motocicleta estacionou em frente ao portão da residência e alguém começou a atirar. Foram vários tiros, só vinte acertaram a porta, janelas e vários produtos dentro da casa. “ fiquei com tanto medo que corri para ver se meu filho que dormia na sala tinha sido atingido” disse.

O filho de Maria, Nilton Tavares, de 21 anos, acordou no meio da noite com o barulho dos tiros e se deitou no chão para não ser baleado.

A reportagem do portalBO esteve na casa de dona Maria e constatou a gravidade do fato. Na sala principal da casa simples de apenas três cômodos, várias marcas de tiros espalhadas pela parede e nos eletrodomésticos. No frente da casa várias cápsulas de pistola 380 e alguns projéteis deflagrados.

Maria Oneth, que trabalha como artesã, acredita que o atentado foi praticado por engano e vai acionar a polícia para investigar o fato.

Ex-capitão PM julgado pelo duplo assassinato

Clique para Ampliar
Daniel bezerra está preso desde o dia do crime. Por medida de segurança, permanece no Quartel do Choque  

O ex-militar poderá ser condenado a até 60 anos pelo assassinato dos irmãos médicos Marcelo e Leonardo Teixeira

Quatro anos e nove meses depois do duplo assassinato que chocou a opinião pública dos Municípios de Mombaça (a 296Km de Fortaleza) e Iguatu (384Km) a Justiça cearense julga, nesta terça-feira, o ex-capitão da Polícia Militar, Daniel Gomes Bezerra. Ele é acusado de assassinar, a tiro, os irmãos Leonardo e Marcelo Moreno Teixeira, na madrugada do dia 17 de março de 2007.

Se condenado à pena máxima pelos dois homicídios, o ex-PM receberá uma sentença de 60 anos de reclusão em regime fechado. O julgamento terá início às 9 horas de hoje no Fórum Clóvis Beviláqua, nesta Capital.

Crimes

O duplo assassinato ocorreu na cidade de Iguatu, durante uma briga por motivos banais em meio a uma bebedeira em praça pública. Bezerra está preso preventivamente desde a época do crime. Por medida de segurança, foi trazido para Fortaleza no mesmo dia do fato e, desde então, está recolhido nas dependências do Quartel do Batalhão de Polícia de Choque (BpChoque), no Centro. O processo que apurou o polêmico caso acabou sendo desaforado (transferido de foro) de Iguatu para Fortaleza a pedido da defesa do réu. O ex-capitão foi expulso das fileiras da PM em fevereiro de 2008, através de decisão do governador do Estado, Cid Gomes, e referendada pelo Tribunal de Justiça (TJ).

A desavença entre o então comandante do destacamento da PM de Mombaça e os dois irmãos médicos (filhos do ex-prefeito de Mombaça, Nelson Teixeira), ocorreu numa churrascaria. Em depoimento na Polícia, o ex-PM contou que as vítimas tentaram agredi-lo quando ele reclamou porque os dois estariam urinando próximo ao carro dele. No veículo estava a filha da namorada do militar, uma criança de dez anos.

"Ela (a menina) me chamou gritando, corri para o carro e vi um homem com a calça aberta", disse em depoimento na Polícia a auxiliar de escritório Weruska Pedroza Lima Gomes, 29, namorada do capitão Bezerra. Já o ex-oficial alegou legítima defesa. "Eu estava agarrado pela camisa, quando houve o segundo tiro, estava agarrado pelo pescoço. Efetuei os tiros para me livrar, se atingiu eles (as vítimas), foi uma fatalidade", disse o acusado das execuções.

Bombeiros reforçam prevenção para garantir segurança no Carnatal 2011

Cerca de 70 militares da corporação estarão distribuídos em pontos estratégicos para garantir a proteção contra incêndio e controle de pânico.

Por Redação
Foto: Divulgação
*Fonte: CBM/RN

Durante a 21ª edição do Carnatal, que ocorrerá no período de 1º a 4 de dezembro de 2011, na capital potiguar, o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN) contará com um posto de comando, de plantão, no local do evento, montado na via marginal da avenida Prudente de Morais, no trecho compreendido entre a avenida Jerônimo Câmara e a rua Angicos. Além disso, cerca de 70 militares da corporação estarão distribuídos em pontos estratégicos para garantir a proteção contra incêndio e controle de pânico.
O projeto de Proteção Contra Incêndio e Pânico da estrutura principal do evento, (camarotes e arquibancadas), foi apresentado, antecipadamente, pela organização da festa à Diretoria de Engenharia e Operações da instituição, através do Serviço Técnico de Engenharia (SERTEN), estando projeto arquitetônico da estrutura em fase de analise pelos técnicos habilitados da Corporação.

“Durante os dias que antecedem a folia, os Bombeiros que atuam no SERTEN estarão realizando vistorias permanentes na montagem da estrutura a fim de auxiliar os organizadores do evento e proporcionar uma festa mais segura a população. Estas vistorias servem para comparar o que está descrito no projeto com o que está sendo montado de fato”, disse o Major Marcos Carvalho, Comandante do SERTEN.

Durante as vistorias, os bombeiros se antecipam, também, nos esclarecimentos aos donos de camarotes ou arquibancadas particulares que ficam montadas ao redor do corredor da folia, tais como, no percurso das avenidas Romualdo Galvão, Amintas Barros e Prudente de Morais, no Carnatal. De acordo com a assessoria de comunicação social do CBMRN, alguns proprietários destas estruturas, montadas em cima da hora, já estão sendo notificados pelos bombeiros a comparecer na corporação para se regularizarem.

Os interessados em montar estruturas “alternativas” devem procurar o Corpo de Bombeiros com a máxima antecedência, para evitar transtornos e até interdições. Os profissionais do Serviço Técnico de Engenharia do Corpo de Bombeiros do RN (SERTEN) estão buscando esclarecer os empresários e foliões sobre o Código Estadual de Combate à Incêndio e Controle de Pânico referente a este tipo de evento e estrutura.

"Considerando a necessidade de estabelecer as condições mínimas necessárias à realização de eventos temporários no Estado do Rio Grande do Norte e que os organizadores são os responsáveis diretos pelas providências indispensáveis à segurança do público sob pena de responderem ações cíveis e penais, cabe a Corporação estabelecer os critérios mais efetivos para garantir à segurança do funcionamento dos locais destinados a realização dos eventos temporários, bem como garantir a incolumidade física do público freqüentador dos locais onde são realizados os eventos temporários", disse o Coronel Elizeu Lisboa Dantas, Comandante do CBMRN.

Entre as ações desempenhadas pelos bombeiros durante o evento, caberá a instituição realizar atividades preventivas nos aspectos relacionados à prevenção contra incêndio, salvamento e controle de pânico; atuar no combate a incêndio através do emprego de pessoal e equipamentos especializados; verificar condições de acesso, funcionamento e sinalização dos extintores de incêndio, abertura das saídas de emergência, condições das instalações elétricas e uso de equipamentos compatíveis, condições de sustentação da estrutura metálica e peças de madeira de lastro e pavimento e fiscalizar utilização de equipamentos e artefatos capazes de gerar fonte de calor que ofereça risco de incêndio. 

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Nossa Loja!!!



QUEM ESPEROU PARA FAZER AS COMPRAS DE FIM DE ANO, NÃO PODE PERDER ESSA OPORTUNIDADE PARA COMPRAR BARATO!

A NOSSA LOJA PRESENTEIA VOCÊ COM AS MELHORES PROMOÇÕES.
CONFIRA ALGUMAS OFERTAS: 

ANTENA PARABÓLICA CENTURY COMPLETA
De R$ 339,00 por 279,00



COMODA RODIAL
De R$ 169,00 por 119,00


BOX SOFT PLUMA ORTOBOX
De: R$ 599,00 por 349,00
* todas as imagens são meramente ilustrativas, podendo ser diferente do produto na loja.

Click AQUI para ver mais ofertas

Foragidos do semi-aberto do Pereirão são presos antes de praticar assalto na cidade de Jucurutu

 Na Foto: Celio (sem camisa) e Antonio (camisa clara) - Créditos Fotos: Damião Oliveira

Policiais Militares do Grupo Tático da Cidade de Jucurutu e da viatura da cidade de São Rafael conseguiram prender na manhã de hoje (domingo) no sitio Mutamba, dois homens foragidos no regime semi-aberto do Presidio Pereirão que estavam planejando uma "parada" que provavelmente seria um assalto na cidade de Jucurutu.

Os Policiais da Companhia de Jucurutu receberam informações sobre o paradeiro de Célio Batista de Medeiros  natural de São Rafael que responde por furtos, e ainda Antônio Duarte Cardoso, Natural de Janduís que residente na justiça por um homicídio.

 Na Foto: Policial do GTO e comandante da PM de São Rafael

A guarnição do GTO com apoio dos PM de São Rafael se deslocaram até ao sitio Mutamba na zona rural de Jucurutu e conseguiram prender os dois acusados em uma residência daquela localidade.

Os fugitivos repacturados confessaram aos Policiais Militares que iriam fazer uma "parada" e não revelaram mais detalhes sobre a ação mais a Policia acredita que seria um assalto a ser realizado na noite deste domingo.

Celio e Antonio foram conduzidos para a Delegacia de Policia da cidade de Jucurutu onde ficaram recolhidos e serão transferidos nesta segunda feira para o Presidio Pereirão em Caicó.

Assalto em posto de combustível em Mossoró

Imagem Ilustrativa


A Central de Operações do 2º batalhão de policia militar registrou por volta de 5 horas e 30 minutos de segunda feira 28 de novembro de 2011, um assalto em um posto de combustivel localizado no cruzamento das ruas ferreira itajubá com Geremias da Rocha no bairro santo antonio em Mossoró.


Seguindo informações, dois elementos chegaram no estabelecimento, renderam o vigia, entraram na loja de conveniencia e fizeram um verdadeiro arrastão.

Os mesmos retiraram a câmera de segurança do posto, levaram a Cpu do computador, onde possivelmente estariam armazenada as imagens e fugiram levando o cofre do posto com todo o dinheiro apurado no final de semana. O vigia foi deixado trancado no banheiro da loja.

O valor levado pela dupla, não foi fornecido pela direção do posto que constantemente é alvo dos assaltantes